Benefícios da vitamina B6

Autor: 
Jennifer Brett, N.D.

Foram escritos livros inteiros sobre o uso terapêutico da vitamina B6; ela é utilizada no tratamento de mais de 100 problemas de saúde. Isso abrange uma ampla variedade de problemas físicos e psicológicos, de doença cardíaca à depressão, cálculos renais e perda de memória. Essa página trata de algumas doenças comuns que a vitamina B6 pode tratar.

A piridoxina tem um papel importante na prevenção de doenças cardíacas. Sem quantidade suficiente de piridoxina, forma-se no corpo um composto chamado homocisteína. A homocisteína danifica os revestimentos dos vasos sangüíneos, abrindo caminho para a formação de placas quando o corpo tenta curar a lesão.
A vitamina B6 previne essa formação, diminuindo, assim, o risco de infarto. A piridoxina baixa a pressão arterial e os níveis de colesterol no sangue e impede que as plaquetas se agreguem iniciando a formação do coágulo. Todas essas propriedades trabalham para evitar a doença cardíaca.

Se as pessoas tiverem deficiência de vitamina B6, podem ficar mais suscetíveis à síndrome do túnel do carpo. Essa síndrome caracteriza-se por dor e formigamento nos pulsos após movimentos repetitivos ou esforço freqüente do pulso.

A falta da vitamina pode ter um papel importante na sensibilidade ao glutamato monossódico, um intensificador de sabor. Essa sensibilidade pode provocar cefaléia, dor e formigamento das extremidades superiores, náusea e vômito. Nessas duas síndromes, a suplementação de piridoxina só alivia os sintomas quando as pessoas já tinham carência da vitamina.

Sujeito a cálculos renais? A piridoxina, associada ao magnésio, previne a formação de cálculos. São necessários, geralmente, três meses de suplementação para que os níveis desses nutrientes no sangue sejam suficientes para impedir a formação dos cálculos.

A vitamina B6 há muito tempo tem sido citada como uma cura para a TPM (tensão pré-menstrual). Os resultados de um estudo discordam com a questão do alívio dos sintomas, mas a maioria dos estudos confirma que as mulheres que tomam suplementos de vitamina B6 apresentam menos inchaço, dor nas mamas e acnes pré-menstruais, um problema em que nascem espinhas cerca de uma semana antes do início do ciclo.

Existem fortes evidências de que a suplementação de piridoxina, começando dez dias antes do período menstrual, previne a formação da maioria das espinhas. Esse efeito deve-se ao papel da vitamina no controle dos hormônios e das prostaglandinas. Manchas na pele normalmente são causadas por um desequilíbrio hormonal, que a vitamina B6 ajuda a regular.

A depressão é outro problema que pode ser conseqüência do baixo consumo de vitamina B6. Devido ao papel da piridoxina na produção de serotonina e de outros neurotransmissores, a suplementação geralmente ajuda as pessoas depressivas a se sentirem melhor, e seu humor melhora significativamente. Ela também pode ajudar a melhorar a memória nos idosos.

As mulheres que fazem reposição hormonal ou tomam pílulas anticoncepcionais, normalmente, queixam-se de depressão e apresentam com freqüência deficiência de vitamina B6. A suplementação também melhora esses casos.

O baixo consumo de piridoxina pode diminuir a imunidade. Vários componentes do sistema imunológico ficam um tanto preguiçosos, e os níveis críticos de prostaglandina diminuem com a ausência de vitamina B6 adequada, tornando uma pessoa mais suscetível a doenças.

Os asmáticos podem se beneficiar com os suplementos de piridoxina. Estudos clínicos feitos do nutriente mostram que a gravidade e a freqüência da respiração ofegante e dos ataques de asma diminuem durante a suplementação de vitamina B6.

Qualquer pessoa com dificuldade para respirar que esteja tomando o medicamento teofilina pode pensar na suplementação dessa vitamina. A teofilina interfere no metabolismo da vitamina B6. A suplementação não apenas normaliza os níveis no sangue, como também ajuda a impedir a cefaléia, ansiedade e náusea que geralmente acompanham o uso desse medicamento.

A náusea e o vômito que acompanham com freqüência as primeiras fases da gestação, às vezes, respondem bem ao tratamento com piridoxina.

Essa vitamina ocorre naturalmente em todos os alimentos, mas é abundante em carnes, grãos integrais e alguns outros alimentos. Na próxima página, você verá o que deve comer para obter uma boa dose de vitamina B6.

A vitamina B6 é apenas uma das vitaminas que fazem parte de uma dieta saudável. Acesse os links a seguir para saber mais.

  • O ácido fólico é necessário para o crescimento saudável, pois forma o DNA e o RNA. Saiba como ele produz as células em Como funciona o ácido fólico (em inglês).
  • O trabalho da vitamina B12, que ajuda o ácido fólico a formar as células, é diferente do das outras vitaminas. Conheça os detalhes em Como funciona a vitamina B12.
  • A vitamina B1, ou tiamina, é uma das vitaminas essenciais adicionadas aos alimentos "enriquecidos". Saiba mais em Como funciona a vitamina B1.
  • Quando atrelada a outras vitaminas do complexo B, a vitamina B2 ajuda no metabolismo. Descubra o que ela faz em Como funciona a vitamina B2.
  • Encontrada principalmente nas proteínas, a vitamina B3 nos dá força. Como funciona a vitamina B3 explica o que acontece se você não consumir quantidade suficiente dessa vitamina.
  • Para conhecer as muitas vitaminas em nossa dieta, saber a quantidade que deveria ingerir e onde encontrá-las, acesse a página Vitaminas.

Esses dados são apenas informativos. ELES NÃO TÊM O OBJETIVO DE PROPORCIONAR ORIENTAÇÃO MÉDICA. Nem os editores de Consumer Guide (R), Publications International, Ltda., nem o autor e nem a editora se responsabilizam por quaisquer conseqüências possíveis oriundas de qualquer tratamento, procedimento, exercício, modificação alimentar, ação ou aplicação de medicação resultante da leitura ou aplicação das informações aqui contidas. A publicação dessas informações não constitui prática de medicina, e elas não substituem a orientação de seu médico ou de outros profissionais da área médica. Antes de se submeter a qualquer tratamento, o leitor deve procurar atendimento médico ou de outro profissional da área da saúde.