Como funciona a vitamina B1

Autor: 
Jennifer Brett, N.D.
vitamina B1

A descoberta da tiamina foi a chave que desvendou o mistério de uma doença, nascida da tecnologia, mas chamada pelo simples nome de beribéri. A própria palavra significa fraqueza em um dialeto das Índias Orientais. Nesse artigo, veremos a importância da tiamina na prevenção de doenças do sistema nervoso e de outros problemas, e saberemos a quantidade recomendada para consumo diário.

  • O que é vitamina B1?

    A vitamina B1, ou tiamina, é uma coenzima importante que ajuda o corpo a transformar alimento em energia. Ela também ajuda a produzir gordura e a metabolizar proteína. A tiamina é necessária para manter o funcionamento normal do sistema nervoso.

  • Benefícios da vitamina B1

    A tiamina participa da cadeia de reações que fornece energia ao corpo. Ela foi considerada benéfica para os portadores da doença de Alzheimer e para idosos com deficiência mental. Além disso, pode melhorar o funcionamento mental das pessoas que sofrem de epilepsia e que tomam o medicamento fenitoína.

  • Alimentos que contêm vitamina B1

    A maioria dos alimentos contém pouquíssimas quantidades de tiamina. Entretanto, ela pode ser encontrada em alimentos "enriquecidos", como pães e cereais. A tiamina ocorre naturalmente em porcos, ostras, ervilhas verdes e feijões-de-lima.

  • Deficiência de vitamina B1

    A deficiência de tiamina leva ao beribéri, uma doença debilitante e potencialmente fatal. A "beribéri seca" se caracteriza por dormência, fraqueza muscular, falta de apetite e alterações do sistema nervoso. A "beribéri úmida" provoca acúmulo de líquido e pode levar à insuficiência cardíaca.