Efeitos colaterais do Viagra®

Autor: 
Marshall Brain

Praticamente todas os medicamentos causam efeitos colaterais, afinal, ao chegarem à corrente sangüínea, podem afetar outras partes do corpo que não a desejada.

O Viagra® tem alguns efeitos colaterais que os pacientes precisam conhecer.

Dores de cabeça (como efeito colateral, em alguns homens, “abre” as artérias do cérebro, causando excesso de pressão), rubor facial, dispepsia (dor de estômago) e congestão nasal são os efeitos colaterais mais comuns no uso de Viagra. O Viagra está contra-indicado em pacientes com doença cardíaca que fazem uso de nitratos. Nesses pacientes o uso ao mesmo tempo do Viagra junto com nitratos leva à queda importante da pressão arterial com risco de complicações. Por isso, o Viagra não pode ser prescrito em pacientes que tomam medicamentos a base de nitratos. O Viagra só é vendido com prescrição médica porque é preciso que o médico avalie se o paciente tem condições de tomar o medicamento. É um medicamento recomendado somente para pacientes com DE. Não deve ser usado por homens sem disfunção erétil.

Para saber mais sobre os efeitos colaterais, veja o Guia de Remédios UOL.

Para mais informações sobre o Viagra, outras drogas que tratam disfunção erétil e tópicos relacionados, acesse os links da próxima página.