O sistema reprodutor masculino

Autor: 
Editores do Consumer Guide

O sistema reprodutor masculino consiste de estruturas no corpo do homem destinadas à reprodução. O sistema reprodutivo inclui os dois testículos, os dutos deferentes, as vesículas seminais, a próstata e o pênis.

Os testículos são duas glândulas ovais localizadas no escroto (a bolsa de pele que fica atrás do pênis). Eles produzem o hormônio sexual masculino chamado de testosterona e o esperma rico em espermatozóides (células reprodutivas masculinas). Os hormônios sexuais controlam as características sexuais secundárias masculinas (tais como crescimento do pênis e dos pêlos do corpo, mudanças na voz e massa muscular), que começam a aparecer na puberdade.

Os testículos descarregam esperma nos epidídimos, a primeira estrutura no sistema de dutos. Depois disso, o esperma passa pelos dutos deferentes, o duto ejaculatório, e a uretra (o tubo que conecta a bexiga à parte externa do corpo).

O epidídimo se localiza ao lado de cada testículo. Dentro do epidídimo estão alguns dutos que conduzem o esperma dos testículos para dentro dos dutos deferentes. Os dutos deferentes voltam para dentro do corpo antes de descer para um duto na vesícula seminal. Este duto se junta ao duto ejaculatório, que se estende através da próstata, e entra no segmento superior da uretra. Em momentos diferentes, a uretra funciona como passagem para urina e para o esperma.

À medida em que o esperma segue através do sistema de dutos, ele se junta a fluidos das vesículas seminais, da próstata e da uretra, para formar o sêmen. As duas vesículas seminais, que ficam próximas ao lado inferior da bexiga, descarregam o sêmen, um fluído grosso e pegajoso. A próstata é um órgão pequeno em forma de anel, que circunda completamente a uretra. A próstata segrega uma substância alcalina que forma a maior parte do fluído seminal. Os espermatozóides são protegidos do meio ácido (presente tanto na uretra masculina quanto na vagina) pela alcalinidade das secreções prostáticas. Os espermatozóides apresentam maior mobilidade quando estão em um meio levemente alcalino. A secreção prostática apropriada é, portanto, essencial para a efetiva ação do esperma.

O pênis é o órgão externo que injeta esperma na fêmea durante a relação sexual. Durante a excitação sexual, os corpos cavernosos (grandes espaços internos dentro do pênis) ficam cheios de sangue, tornando o pênis suficientemente rígido para penetrar na vagina (entrada do sistema reprodutivo feminino). O sêmen, que é formado na uretra, então sai pelo pênis durante a ejaculação.