Sistema linfático

Autor: 
Marshall Brain

O sistema linfático é mais familiar para as pessoas porque os médicos e as mães com freqüência verificam se há "nódulos linfáticos aumentados" no pescoço. Os nódulos linfáticos são apenas uma parte de um sistema que se estende por todo o corpo através de caminhos muito parecidos com os dos vasos sangüíneos. A principal diferença entre o fluxo de sangue no sistema circulatório e o fluxo de linfa no sistema linfático é que o sangue é pressurizado pelo coração enquanto que o sistema linfático é passivo. Não há uma "bomba linfática" semelhante à "bomba sangüínea" (o coração). Os líquidos fluem lentamente para dentro do sistema linfático e são empurrados pelo movimento do corpo e dos músculos para os nódulos linfáticos. É algo parecido com os sistemas de água e esgoto em uma comunidade. A água é pressurizada ativamente enquanto que o esgoto é passivo e flui pela gravidade.

A linfa é um líquido claro que leva água e nutrientes para as células. A linfa é plasma sangüíneo -o líquido que forma o sangue sem as células vermelhas e brancas. Pense nisso - cada célula não tem seu próprio vaso sangüíneo particular para alimentá-la, mas precisa obter comida, água e oxigênio para sobreviver. O sangue transfere esses materiais para a linfa através das paredes capilares e a linfa os transporta até as células. As células também produzem proteínas e resíduos que a linfa absorve e transporta para longe. Qualquer bactéria aleatória que entre no corpo encontra seu caminho para dentro desse fluido intercelular. Uma das tarefas do sistema linfático é drenar e filtrar esses fluidos para detectar e remover as bactérias. Vasos linfáticos pequenos coletam o líquido e o levam em direção aos vasos maiores de modo que o fluido finalmente chegue aos nódulos linfáticos para o processamento.

Os nódulos linfáticos apresentam tecidos com a capacidade de filtragem e apresentam também uma grande quantidade de linfócitos. Quando estão combatendo certas infecções bacterianas, os nódulos linfáticos incham-se de bactérias e células que lutam contra estas bactérias, a ponto de você senti-los. Nódulos linfáticos inchados é um bom sinal, pois eles alertam você de que há algum tipo de infecção no seu corpo.
Após filtrada pelos nódulos linfáticos, a linfa entra novamente na corrente sanguínea.