Intestinos delgado e grosso

intestino
Sebastian Kaulitzki © istockphoto.com
Todas essas dobras no revestimento do intestino delgado aumentam sua área de superfície ao tamanho aproximado de uma quadra de tênis

Seu sanduíche, agora irreconhecível, vai para o duodeno, a primeira parte do intestino delgado. O processo de quebra continua com as enzimas do pâncreas e a bile do fígado. Novamente, o peristaltismo ajuda a misturar esses sucos. A seção seguinte do intestino delgado é o jejuno, seguido pelo íleo, que leva direto ao intestino grosso. Essas duas partes tem como função principal absorver os nutrientes e a água mais do que quebram o alimento.

O intestino delgado possui uma circunferência menor do que o intestino grosso, mas é mais longo - sua área de superfície é do tamanho aproximado de uma quadra de tênis!

Você pode estar querendo saber como tudo isso se encaixa no seu corpo. A resposta é simples: a superfície do intestino delgado possui muitas dobras estreitas que podem absorver os nutrientes e a água - eles aumentam bastante a área de superfície. Essas dobras são cobertas com vilosidades, ou minúsculas projeções que possuem microvilosidades ainda menores. As vilosidades e as microvilosidades atraem nutrientes específicos. Isso significa que vários tipos diferentes de vilosidades captam os nutrientes, os eletrólitos e as moléculas do seu sanduíche (como os carboidratos e o ácido fólico do pão, a proteína e o sódio do presunto, e o cálcio e a vitamina B12 do queijo). Os nutrientes absorvidos passam pela parede dos intestinos e pelos vasos sangüíneos que os distribuem pelo corpo.

Depois que todo o material bom é retirado do alimento, as partes não digeríveis são transportadas para o intestino grosso, o trecho final do processo digestivo. O intestino grosso absorve o líquido extra para produzir os dejetos sólidos conhecidos como fezes. Para mover os dejetos, o cólon utiliza os mesmos movimentos musculares involuntários que já vimos. Entretanto, ao contrário do estômago e do intestino delgado, cujos movimentos levam horas, são necessários dias para que os dejetos se movam pelo intestino grosso - cerca de 1 centímetro por hora [fonte: Gastro.net (em inlgês)].

O intestino grosso possui três partes principais. A primeira é o ceco, onde fica o apêndice. A outra é o cólon que, por sua vez, possui três partes: ascendente, transverso e descendente. Nas duas primeiras seções, os sais e líquidos são absorvidos do alimento não digerível. Bilhões de bactérias (em inglês) que normalmente vivem no cólon ajudam a fermentar e absorver substâncias como as fibras. Enquanto esses tratos absorvem, eles também produzem muco, que ajuda as fezes a se moverem com mais facilidade pelo cólon descendente e para a terceira parte do intestino grosso: o reto. Nele, suas fezes esperam para serem excretadas pelo ânus na próxima evacuação.

Enquanto seu sanduíche percorre o sistema, outros órgãos, glândulas, hormônios e nervos estão fazendo a sua parte. Descobriremos o que eles fazem na próxima página.