Função do cérebro

Autor: 
Charles W. Bryant

mãos acorrentadas
Fotógrafo: CAUGHT@Winterling I
Agência: Dreamstime
Muitas vítimas da síndrome chegam 
a tomar medidas extremas para
garantir que sua mão fique parada

Para compreendermos algo sobre a síndrome da mão alienígena, aprenderemos primeiramente sobre o cérebro e como ele funciona. O cérebro humano é dividido em dois hemisférios, cada um com quatro lobos diferentes, todos funcionando juntos para criar, controlar e regular a fala, os movimentos, as emoções e um bilhão de outras subfunções. O lobo frontal é a seção responsável pelas habilidades motoras, como o movimento e a fala, e pelas funções cognitivas, como planejamento e organização, além de ser um bom lugar para se dar início à explicação da SMA [fonte: Mayo Clinic/>].

Vamos nos concentrar no planejamento e na organização. Suponhamos que você queira dar um golinho no seu café da manhã. O que parece uma tarefa simples é, na verdade, uma seqüência complexa de funções do cérebro, do momento em que você pensa "Humm, café", até ele encostar nos seus lábios.

Ao decidir dar um gole no café, o lobo frontal emite um sinal, planejando e organizando tudo que deve acontecer para que essa ação se complete. Você precisa alcançar a xícara, segurar a asa, levá-la à boca, beber e engolir e, então, colocar a xícara de volta e soltar a asa.

Esses sinais são enviados à região motora, área que vai do topo da cabeça à orelha e é responsável pelo controle de todos os movimentos do seu corpo.

O lobo frontal informa à região motora: "ei, preciso de um pouco de café, faça seu trabalho", e antes que você perceba, estará apreciando seu belo café da manhã. A chave para que isso aconteça é o envio correto das mensagens, graças ao corpo caloso [fonte: Mayo Clinic/>].

diagrama do cérebro
A lesão ao corpus collosum está no coração desse distúrbio raro

Pense no corpo caloso como o servidor de e-mails do cérebro, um grupo de nervos de envio de mensagens que se conecta e compartilha informações com os dois hemisférios. A síndrome da mão alienígena é o resultado da lesão desses nervos. Essa lesão ocorre com mais freqüência em pacientes com aneurismas (em inglês) cerebrais, derrame cerebral (em inglês) e naqueles com infecções no cérebro, mas também pode se manifestar como um efeito colateral de cirurgias, mais comumente após um procedimento radical que trate de casos extremos de epilepsia (em inglês). Quando o caloso sofre uma lesão, ele deixa diferentes seções do cérebro desconectadas e incapazes de se comunicarem - seu e-mail está permanentemente inativo. Com a SMA, uma mão funciona normalmente, realizando tarefas intencionais sem se comunicar com a outra mão, o que resulta em um membro que pode agir sozinho, às vezes, opondo-se ao lado que funciona [fonte: Turkington (em inglês)].

Curiosidades médicas misteriosas
Foram feitas pouquíssimas pesquisas ao longo dos anos devido à raridade de casos, mas um estudo feito por uma equipe de médicos suíços, em julho de 2007, deu uma nova luz à SMA. Os médicos realizaram testes de ressonância magnética funcional em uma vítima da SMA para determinar quais seções do cérebro mostrariam atividade durante os movimentos planejados e não planejados. Eles descobriram que os movimentos planejados originavam-se no lobo frontal antes de serem enviados à região motora, enquanto os movimentos estranhos não mostraram nenhuma atividade no lobo frontal - eles partiam da própria região motora. Além disso, o sinal permanecia na região motora sem enviar uma mensagem de volta ao lobo frontal, fazendo com que as vítimas não percebessem seus próprios movimentos. Embora a região motora tenha sido, finalmente, escolhida como o centro da atividade, ainda não se sabe o que ativa os sinais, deixando a condição como uma curiosidade médica misteriosa [fonte: Assal (em inglês)].

Na próxima seção, veremos a cultura popular e como a síndrome da mão alienígena, apesar de seus raros diagnósticos, geralmente tem sido retratada nos livros, TV e filmes.