Como funciona o qi

Autor: 
Bill Schoenbart and Ellen Shefi

Na Medicina Tradicional Chinesa, o corpo e a mente são inseparáveis. Compostos de algumas substâncias vitais - qi (pronuncia-se tchi), sangue, essência e fluidos corporais -, o corpo e a mente expressam suas qualidades através das funções dos órgãos internos.

Acupuntura ajuda a manter o quilíbrio do qi
iStockphoto
Acupuntura ajuda a manter o equilíbrio do qi

 

Variando desde substâncias tangíveis e visíveis até forças sutis e intangíveis, esses elementos básicos do corpo e mente são responsáveis por todos os aspectos da vida humana: físico, mental, emocional e espiritual.

Seu envolvimento íntimo na atividade humana os torna parte essencial da fisiologia e seu reconhecimento e compreensão
são parte essencial do diagnóstico.

Definição de "qi"

Apesar de o qi desempenhar um papel central na Medicina Tradicional Chinesa, ele é extremamente difícil de definir. É melhor compreendê-lo em termos de suas funções e atividades, onde ele é mais facilmente percebido.

Situado em algum lugar entre matéria e energia, o qi possui as qualidades de ambas. Ele possui substância sem estrutura e contém qualidades energéticas, mas não pode ser medido. Ele é o poder fundamental por trás de todas as atividades da natureza e também a força vital do corpo humano.

Por exemplo, a força de uma tempestade pode ser compreendida em termos de seu qi: o poder do qi pode ser observado nas árvores e edifícios caídos após a passagem da tempestade.

De maneira similar, a força dos órgãos digestivos pode ser determinada em relação ao seu qi, avaliando-se o apetite, a cor da língua, a força do pulso e a resposta do corpo à nutrição.

Os meridianos

O fluxo de qi através do corpo ocorre dentro de um sistema fechado de canais ou meridianos. Existem 12 meridianos maiores, que correspondem aos 12 sistemas de órgãos: seis órgãos yin e seis órgãos yang. A teoria tradicional dos órgãos emparelha os órgãos yin e yang de acordo com sua estrutura e função e a interconexão de seus meridianos.

Além disso, oito meridianos adicionais estão interconectados com todos os canais. Essa rede de meridianos permite ao qi, ou força da vida, atingir todos os tecidos e órgãos, fornecendo nutrição, calor e energia a todas as partes do corpo.

O fluxo de qi viaja de canal a canal, passando através de todos os meridianos a cada 24 horas. Por exemplo, o fluxo de qi no meridiano do coração é mais forte no período entre 11:00 e 13:00 h. A partir desse momento, o qi flui para dentro do meridiano do intestino delgado, permanecendo ali até as 15:00 h, quando o fluxo passa para o meridiano da bexiga.

Desta forma, o qi passa por todos os maiores meridianos e seus órgãos correspondentes a cada dia. Apesar de os meridianos serem profundos dentro do corpo, os pontos dentro deles estão acessíveis a partir da superfície da pele.

É a manipulação desses pontos por meio de pressão, calor ou agulhas que forma a base da acupressão, moxabustão e acupuntura, respectivamente.

O qi que flui através dos meridianos pode ser manipulado nos pontos de acupuntura, trazendo energia de cura para os órgãos que a necessitam e movendo a energia para longe das áreas que estão prejudicadas devido à estagnação do qi.

O qi funciona em conjunto com as outras substâncias vitais para manter o seu corpo saudável. Veja a próxima seção deste artigo para aprender sobre as funções do qi.

Para mais informações sobre Medicina Tradicional Chinesa, tratamentos, curas, crenças e outros tópicos interessantes, consulte os links a seguir.

Estes dados servem apenas para fins de informação. ELES NÃO TÊM O OBJETIVO DE FORNECER ORIENTAÇÃO MÉDICA. Nem os editores de Consumer Guide (R), Publications International, Ltd., nem o autor e nem a editora se responsabilizam por quaisquer conseqüências possíveis oriundas de qualquer tratamento, procedimento, exercício, modificação alimentar, ação ou aplicação de medicação resultante da leitura ou aplicação das informações aqui contidas. A publicação dessas informações não constitui prática de medicina e não substitui a orientação de seu médico ou de outros profissionais da área médica. Antes de adotar qualquer tratamento, o leitor deve pedir orientação ao seu médico ou a outro profissional da área médica.