O poder do cochilo

Tirar um pequeno cochilo depois do almoço ou mesmo durante a tarde pode ser considerado por muitos um ato de preguiça. Porém, quem é acusado de vadiar ao se utilizar desse recurso tem agora uma forte aliada para rebater os críticos: a ciência.

Sara Mednick, professora assistente do departamento de psicologia da Universidade da Califórnia (Estados Unidos), escreveu um livro chamado "Take a Nap" ("Tire um Cochilo"), ainda não disponível em português, onde afirma que uma soneca de 15 a 20 minutos é capaz de gerar um impulso no organismo das pessoas ao longo do dia provocando uma explosão de energia que garante melhor desempenho, maior vigilância e evita a sonolência.

James Mass, professor da Universidade de Cornell, em Nova York, cunhou o termo Power Nap (Cochilo Poderoso, em uma tradução livre), para resumir a potencialidade desse período de tempo que pode variar entre 15 minutos e uma hora durante o dia e é capaz de assegurar uma série de benefícios aos seus adeptos.

Soneca reduz os riscos de doenças cardíacas

Uma das maiores vantagens apontadas pelos pesquisadores é que o cochilo regular no meio do dia tem a capacidade de reduzir o estresse. Com isso, ajuda diretamente na diminuição da incidência de doenças cardíacas.

Algumas empresas norte-americanas, inclusive, chegaram a criar salas de soneca para seus funcionários para que eles possam descansar durante o expediente. O objetivo é, naturalmente, que, recuperados após o cochilo, eles possam apresentar um desempenho melhor.

Prática restaura capacidade de memória

As pesquisas nessa área não ficaram restritas aos Estados Unidos. Estudo realizado pela Universidade de Saarland, na Alemanha, demonstrou que uma soneca diária de 45 a 60 minutos é capaz de impulsionar a capacidade de memória da pessoa em até cinco vezes.

Os cientistas forneceram informações a dois grupos de pessoas. Os 41 estudantes tiveram que memorizar 90 palavras isoladas e 120 palavras em pares, mas sem qualquer relação entre elas. Uma parte foi dormir e outra ficou assistindo DVDs. Depois, um teste foi dado para testar a retenção das informações. Chegou-se à conclusão que as pessoas que tiraram o cochilo foram capazes de se lembrar mais facilmente do que fora dito anteriormente.

"O desempenho da memória dos participantes que tiveram um cochilo de poder foi tão bom como antes de dormir, ou seja, imediatamente após a conclusão da fase de aprendizagem", afirmou o professor Alex Mecklinger, o responsável pela pesquisa realizada na Alemanha, em entrevista publicada pelo jornal britânico the Daily Mail.

"Um cochilo no escritório ou na escola é suficiente para melhorar significativamente o sucesso da aprendizagem. Onde quer que as pessoas estejam em um ambiente de aprendizagem, devemos pensar seriamente sobre os efeitos positivos do sono", afirmou Mecklinger. "Um período concentrado de aprendizagem seguido de um sono relaxante curto é tudo que é necessário."

Pesquisa da NASA apresenta resultados similares

Estudo similar foi feito pela NASA, a agência espacial norte-americana. A pesquisa foi conduzida pelo professor da escola de medicina da Universidade da Pensilvânia David Dinges. Voluntários passaram vários dias em um ambiente de laboratório tirando sonecas e sendo submetidos a testes de memória, atenção, tempo de resposta e outras habilidades cognitivas. A conclusão foi a mesma da pesquisa alemã, a de que as sonecas eram capazes de melhorar algumas funções da memória.

A falta da soneca diária dos seres humanos, na verdade, vai no sentido contrário da espécie dos mamíferos. Dos animais desse tipo, 85% dormem mais de uma vez por dia. Os cientistas, todavia, não conseguem afirmar com certeza se homens e mulheres são naturalmente monofásicos em relação ao sono ou se isso aconteceu por uma exigência da sociedade moderna. O que as pesquisas mostram é que aproximadamente um terço da humanidade não está dormindo o suficiente.

Ferramenta ajuda ainda em outros problemas

De acordo com os estudos mais recentes, as melhorias não são apenas na redução do estresse e na memória. A soneca no meio do dia poderia ajudar, inclusive, na resolução criativa de problemas, aprendizagem estatística, no raciocínio lógico, na diminuição no tempo de reação aos acontecimentos, no reconhecimento dos símbolos, na melhoria do humor e até no controle do peso.

Porém, é preciso fazer o uso dessa ferramenta corretamente. São considerados cochilos saudáveis, aqueles que se enquadram na categoria de Power Nap, aqueles tirados entre 13h e 16h, com duração de 10 a 30 minutos, embora se admita que possam se alongar até uma hora.

Ainda que as regras não sejam rígidas, pois existem correntes que acreditam que cochilos de apenas seis minutos já são capazes de trazer algum benefício, algumas dicas são dadas para que as sonecas se tornem mais úteis.

Cochilos devem ser tirados de forma consistente

Um dos conselhos é fazer com que elas se tornem um hábito. É preciso ser consistente e tirar cochilos diariamente e de preferência em horários similares para que os efeitos possam ser sentidos.

Não ultrapassar o tempo estabelecido para a soneca é outra regra considerada básica. Assim, o indivíduo não irá acordar grogue ou sonolento, o que tiraria o efeito do ato. Para isso, é recomendado que o alarme do relógio ou mesmo do telefone celular seja programado para tocar na hora certa.

Uma terceira medida recomendada é dormir em ambientes escuros, seja utilizando-se de cortinas para bloquear a luz ou mesmo máscaras para colocar sobre os olhos. Além disso, o corpo deve permanecer quente. Portanto, recorra a um cobertor para evitar que a temperatura caia durante a soneca.