O que faz seus braços, pernas e pés ficarem dormentes?

Esta é uma sensação definitivamente estranha - você se levanta da cadeira e tudo que sente é um desconfortável formigamento em um dos pés. Ou você acorda no meio da noite sem conseguir mover seu braço de forma alguma. E então, à medida que aquela parte de seu corpo "acorda", o estranho formigamento se intensifica. Afinal, o que está acontecendo?

Normalmente você sente essa sensação familiar depois de ter colocado pressão sobre parte de seu corpo - sentar sobre um pé, dormir sobre um braço, etc. Quando você aplica essa pressão por um período de tempo prolongado, você corta a comunicação do seu cérebro com partes do seu corpo. A pressão comprime as vias dos nervos de forma que eles não podem transmitir impulsos eletromecânicos adequadamente. Os impulsos dos nervos conduzem informações das sensações desde as extremidades nervosas do corpo até o cérebro, bem como as instruções do cérebro para partes do corpo. Quando você interfere com esta transferência comprimindo as vias dos nervos, você não tem sensações completas naquela parte do corpo, e seu cérebro tem problemas para dizer o que aquela parte deve fazer.

Esta pressão pode também comprimir artérias, fazendo-as parar de transportar nutrientes para as células do corpo. Sem esses nutrientes, as células nervosas podem se comportar anormalmente, o que pode interferir mais ainda na comunicação das sensações corpóreas.

Devido a esses dois fatores, a informação transmitida da parte do corpo torna-se, de alguma maneira, confusa, e o cérebro recebe mensagens estranhas. Algumas células nervosas não transmitem qualquer informação e outras começam a enviar impulsos de forma irregular. Isso faz com que você sinta uma estranha sensação de formigamento, que na realidade tem uma importante função. Se seu pé adormece por dez minutos, não representa nenhuma ameaça para a saúde, mas se você corta a circulação por um período extenso - várias horas - você pode sofrer sérios danos nos nervos. A sensação de formigamento inicial avisa que você deve corrigir sua posição.

Uma vez que você mova seus pés, estique suas pernas, ou gire seu braço, os impulsos nervosos voltam a fluir adequadamente. No entanto, você não retoma a sensibilidade de imediato. Há um certo tempo de reajuste antes que os nervos transmitam impulsos corretamente de novo. Isso aumenta a intensidade do formigamento, causando a conhecida sensação de "alfinetadas".

Se isso já aconteceu com você alguma vez, você sabe que na realidade há algumas sensações distintas que você experimenta enquanto a parte do seu corpo "acorda". O formigamento pode ser seguido por uma sensação mais desconfortável, antes que a parte de seu corpo finalmente volte ao normal. Isso acontece porque seus nervos são feitos de células nervosas longas que carregam diferentes tipos de impulsos. Estas fibras nervosas têm estruturas circundantes distintas. Algumas fibras nervosas têm um "isolamento" mais fino em torno delas e levam mais tempo para transmitir impulsos adequadamente depois de terem sido comprimidas. As fibras que transmitem informações sobre dor e temperatura são relativamente finas, de forma que você sente as situações de formigamento muito rápido. As fibras de controle motor são mais finas do que as que carregam as informações do tato, portanto, você pode mover a parte do corpo antes que tenha recuperado a sensibilidade dela. Eventualmente, todas as fibras nervosas voltam ao normal e você retoma o uso completo da parte adormecida.

Artigos relacionados

Mais links interessantes (em inglês)