Síndromes do fígado

Autor: 
Bill Schoenbart and Ellen Shefi

As síndromes do fígado são comumente vistas na prática clínica, pois o estresse e toxicidade da vida moderna (dieta pobre, químicas em nossos alimentos e ambiente, estresse, trabalho em excesso, etc.) afetam o fígado. Como o fígado desempenha um papel central no fluxo suave do qi e na emoção do corpo, a desarmonia do fígado pode afetar qualquer um dos outros órgãos. Geralmente, as desordens do ciclo menstrual ou doenças relacionadas ao estresse indicam um problema com o fígado.

Estagnação do qi do fígado: este é um dos diagnósticos mais comuns na Medicina Tradicional Chinesa. Quando o qi do fígado está parado, os sintomas de frustração, irritabilidade, ansiedade, estufamento no peito, desordens menstruais e indigestão podem ocorrer. Essa condição de excesso também pode surgir em uma pessoa que tenha passado por depressão ou frustrações duradouras, criando um ciclo vicioso de causa e efeito. Algumas condições ocidentais que se encaixam nesse padrão são: tensão pré-menstrual, depressão, hepatite ou fadiga crônica. O tratamento com acupuntura geralmente tem um efeito imediato no alívio dos sintomas. Uma fórmula clássica conhecida como Xiao Yao Wan ("Free and Easy Wanderer Pills") também é muito eficaz no tratamento dessa síndrome do fígado.

Ascensão do fogo do fígado: esse padrão de calor excessivo afeta principalmente a parte superior do corpo, já que o calor sobe naturalmente. O rosto inteiro fica vermelho, com sinais e sintomas adicionais de olhos vermelhos, raiva, cefaléia, zunido nos ouvidos (zumbido), gosto amargo na boca, insônia, constipação, urina escura, língua vermelha com saburra amarela, e pulso cheio e rápido. A condição pode surgir da estagnação duradoura do qi devido à raiva, alcoolismo ou desequilíbrios crônicos do fígado que se desenvolvem em padrões de calor. Alguns diagnósticos ocidentais correspondentes são: hipertensão, alcoolismo, hipertiroidismo, hepatite aguda, infecção da vesícula biliar, infecção no ouvido e conjuntivites. O tratamento envolve eliminar o calor e regular o fígado com acupuntura e fórmulas herbáceas como Long Dan Xie Gan Wan.

Umidade-calor do fígado e vesícula biliar: quando a umidade se acumula em um corpo e se combina com o calor no fígado e vesícula biliar, essa síndrome de excesso se desenvolve. Seus sintomas são icterícia e urina escura, que são causadas pela estagnação da bílis amarela que se retrai e é excretada através da pele e da urina. Os sintomas adicionais incluem falta de apetite, aversão a alimentos gordurosos, problemas digestivos, gosto amargo na boca, náusea, vômito, diarréia quente, língua vermelha com fina saburra amarela gordurosa e pulso rápido e escorregadio. Na medicina ocidental, a maioria desses sintomas são típicos de hepatite aguda ou infecção da vesícula biliar, mas esse padrão também pode corresponder a herpes, secreções vaginais, dor nos testículos e eczema. O princípio do tratamento é eliminar o calor e drenar a umidade com ervas como a raiz de ruibarbo (da huang), genciana (long dan cao) e artemísia (yin chen hao).

Vento do fígado movendo-se internamente: como o fígado é o responsável pelo fluxo suave do qi, quaisquer movimentos corpóreos anormais geralmente estão relacionados aos desequilíbrios do fígado devido ao vento. Este vento interno é considerado um padrão de excesso, mas ele pode surgir de uma variedade de causas, como a deficiência do sangue, calor em excesso ou deficiência do yin do fígado. Os sintomas básicos envolvem movimentos anormais como tremores, espasmos, tiques, rigidez e convulsões. Vertigem, cefaléia e dificuldade para falar também podem ocorrer. Os sinais da língua e do pulso dependem do padrão subjacente que causou a agitação do vento, mas o pulso geralmente é fino, um sinal típico de desequilíbrio do fígado. Esse padrão é visto em pacientes com apoplexia e naqueles com mal de Parkinson e em casos de convulsões associados a febre alta, tétano e hipertensão. A acupuntura pode ser um tratamento muito eficaz, como também as ervas que dissipam o vento e o calor do fígado, como a gastrodia (tian ma), uncaria (gou teng) e crisântemo (jua hua). Se o problema é causado pelo esgotamento, a deficiência subjacente deve ser tonificada. Por exemplo, se o vento é devido ao yin deficiente do fígado, o tratamento deve ser em ambos: tonificar o yin do fígado e eliminar o vento.

Estagnação do frio no canal do fígado: o meridiano do fígado circula as áreas genitais, assim, as doenças localizadas nos órgãos reprodutores geralmente são associadas com um bloqueio nesse meridiano. Esta síndrome é caracterizada por dor na virilha, baixo ventre e testículos e é aliviada pela aplicação de calor. Este padrão geralmente corresponde a uma hérnia, mas também pode estar presente em desordens menstruais do tipo frio e infertilidade. O tratamento envolve aquecimento com moxa e uso de ervas que regulam o qi e aquecem o meridiano do fígado, como a galangal (gao liang jiang) e semente de lichia (li zhi he).

Deficiência do sangue do fígado: esta síndrome tem os sintomas típicos da deficiência do sangue: rosto e língua pálidos, vertigem, pele seca e pulso fino. A condição dos olhos e unhas são indicações do estado do fígado, assim os sintomas podem incluir unhas quebradiças e pálidas, visão borrada, coceira nos olhos, cegueira noturna e distorções visuais como pontos e manchas flutuantes. O fluxo menstrual pode ser escasso ou inexistente e a falta de nutrição dos tendões pelo sangue do fígado pode levar à dor, entorpecimento ou cãibras nas pernas. Os possíveis diagnósticos ocidentais são: anemia, desnutrição, hipertensão, desordens menstruais e problemas oculares. O tratamento envolve tonificar o sangue com tônicos sangüíneos padrão como a angélica sinensis (dang gui), rehmannia cozida (shu di huang) e polígono multiflora (he shou wu), juntamente com ervas que especificamente nutrem o fígado como o fruto do lício (gou qi zi).

Deficiência de yin do fígado: Essa síndrome exibe os sinais usuais de "calor nos cinco palmos": bochechas vermelhas, sudorese noturna, língua vermelha sem saburra e pulso fino e rápido. Sintomas adicionais específicos do fígado são vertigem, irritabilidade, e olhos secos e irritados. O tratamento envolve tonificar o yin do fígado e eliminar o calor com fórmulas feitas com crisântemo, lício e rehmannia pills (Qi Ju Di Huang Wan).

Elevação do yang do fígado: se a deficiência do yin do fígado continuar sem tratamento, o calor da deficiência sobe para a cabeça. Conhecida como elevação do yang do fígado, ela produz sintomas adicionais de cefaléia e raiva. Esta é uma síndrome intermediária: mais severa que uma deficiência de yin simples, mas menos severa do que o fogo do fígado. Os possíveis diagnósticos ocidentais são: anemia, hepatite crônica, hipertensão, problemas oculares, menopausa e desordens menstruais. O tratamento envolve a sedação do yang em excesso do fígado com fórmulas como a combinação de gastrodia e uncaria (Tian Ma Gou Teng Yin). Se os sintomas de elevação do yang são especialmente severos, ervas pesadas que assentam o yang, como o cálcio de ostra (mu li), são acrescidas.

Vida desequilibrada

Joe é um executivo de 40 anos com um estilo de vida muito estressante, que freqüentemente trabalha além do horário normal. Ele toma café constantemente para "manter sua energia", e suas refeições normalmente consistem em salgados comprados em uma máquina. Seus colegas reclamam que ele é propenso a surtos de fúria repentina sem razão plausível e, portanto, mantêm distância dele.

Ele sempre parece ter o pescoço rijo e seu rosto e olhos estão sempre vermelhos. Seu médico está muito preocupado com sua pressão alta e sua esposa já avisou que o deixará se ele não parar de gritar com ela por motivos insignificantes. Este é o caso clássico de excesso de yang ou fogo no fígado, causado pelo estilo de vida e dieta de Joe.

Os sintomas podem ser aliviados com acupuntura e terapia herbária. Porém, para alcançar o cura definitiva, a vida de Joe precisa de uma grande revisão. Além de trabalhar menos, a mudança mais importante que ele deve fazer é eliminar o café, já que ele superaquece diretamente o fígado. Como a ausência de cafeína também pode causar sintomas similares, o chá verde é um bom substituto inicial. Apesar de ainda conter um pouco de cafeína, o chá verde tem uma energia refrescante que prejudica muito menos o fígado. E ela pode ser diminuída ou eliminada posteriormente sem causar desconforto.

Uma dieta bem equilibrada também é essencial, pois a dieta deficiente prejudica o fígado e também leva à deficiência do qi e a uma conseqüente ânsia por estimulantes. Exercícios e técnicas de redução de estresse também ajudarão a diminuir a pressão sangüínea e a criar um apetite por boa alimentação.

Assim que o fígado de Joe se acalmar com as mudanças em seu estilo de vida, acupuntura e terapia herbária, ele ficará menos propenso a surtos de fúria. Então, ele poderá ingerir tônicos refrescantes como o ginseng americano, que proporcionará energia extra sem criar todos os efeitos colaterais do café.

Na próxima página, descubra sobre as síndromes do rim, que podem se manifestar em qualquer parte do corpo, mas são exclusivamente de natureza deficiente.

Para mais informações sobre a Medicina Tradicional Chinesa, tratamentos, curas, crenças e outros tópicos interessantes, veja os links a seguir.

Esses dados são apenas informativos. ELES NÃO TÊM O OBJETIVO DE PROPORCIONAR ORIENTAÇÃO MÉDICA. Nem os editores de Consumer Guide (R), Publications International, Ltd., nem o autor e nem a editora se responsabilizam por quaisquer conseqüências possíveis oriundas de qualquer tratamento, procedimento, exercício, modificação alimentar, ação ou aplicação de medicação resultante da leitura ou aplicação das informações aqui contidas. A publicação dessas informações não constitui prática de medicina, e elas não substituem a orientação de seu médico ou de outros profissionais da área médica. Antes de se submeter a qualquer tratamento, o leitor deve buscar ajuda de seu médico ou de outro agente de saúde.