Frio na Medicina Tradicional Chinesa

Autor: 
Bill Schoenbart and Ellen Shefi

O fator patogênico do frio é considerado um qi nocivo do yin. Sua natureza é diminuir o ritmo do movimento, causar tensão, contração, estagnação e prejudicar a circulação. Quando ele é um fator patogênico externo, o frio pode atacar a pele, músculos e pulmões. Quando é um fator patogênico interno, o frio pode prejudicar as funções normais do baço, estômago e rins.

Síndromes do frio

Causas de doença segundo a Medicina Tradicional Chinesa - Frio
Vento-frio pode causar
tensão nos ombros e pescoço

Vento-frio: conjuntamente com o fator patogênico do vento, o frio ataca o exterior do corpo e os pulmões, causando calafrios, falta de sudorese, cefaléia occipital (dor na base do crânio), dores na parte superior do corpo, tensão nos ombros e pescoço e nariz congestionado. A influência do vento faz os sintomas aparecerem subitamente e eles afetam a parte superior do corpo, enquanto que o frio faz os músculos se contraírem, causando rigidez e dor. As secreções nasais são claras: outro sinal de frio. O princípio do tratamento é repelir o vento e dispersar o frio com ervas diaforéticas quentes, acupuntura e moxabustão.

Obstrução devido ao frio: tradicionalmente conhecido como dor (bloqueio) do frio, esta condição geralmente assume a forma de dores no corpo ou nas juntas, e são dissipadas com o aquecimento. O diagnóstico ocidental mais comum para esse padrão é a artrite (em inglês). Como a síndrome é causada pelo frio, a junta pode realmente parecer fria ao toque, e a dor geralmente piora em climas frios. O princípio do tratamento chinês é aumentar a circulação e aquecer os meridianos da acupuntura através dos quais o qi e o sangue circulam por meio do moxabustão, acupuntura e ervas.

Ataque do frio ao baço e estômago: nessa desordem causada externamente, o frio causa sintomas digestivos como dor abdominal, vômito claro e diarréia líquida. Ainda que geralmente ele acompanhe um resfriado contraído externamente ou bactéria ou vírus estomacal (o que comumente chamamos de "resfriado" estomacal), essa síndrome também pode ser causada pela ingestão de alimentos gelados, como o sorvete.

Frio congelando o meridiano do fígado: o meridiano do fígado passa através da área genital, e essa condição é uma manifestação de frio nesse meridiano. Os sintomas incluem dor testicular (em inglês) ou encolhimento testicular e dor de hérnia (em inglês). Moxabustão, acupuntura e ervas podem corrigir efetivamente esse desequilíbrio em pouco tempo.

Deficiência de yang do baço: se uma pessoa tem uma deficiência subjacente do baço (deficiência em energia e calor necessários para digerir os alimentos), o frio pode prejudicar severamente a função digestiva. Os sintomas da deficiência de yang do baço incluem fezes aquosas com alimento não digerido, extremidades frias, edema e pulso lento. Quando uma pessoa com essa deficiência subjacente também é afetada por fatores patogênicos externos do frio, o desequilíbrio é especialmente difícil de eliminar.

O tratamento primeiro expele o fator patogênico do frio. Depois ele tonifica o aspecto yang do baço e rins para gerar um aumento a longo prazo do metabolismo (em inglês) básico do corpo, ou sua habilidade de manter o calor necessário para a digestão adequada, o que é conhecido na Medicina Tradicional Chinesa como o fogo (metabólico) da porta da vida. A deficiência de yang do baço é tratada com moxabustão e ervas quentes que tonificam o yang do baço.

Deficiência de yang do rim: como os rins são a fonte do fogo metabólico de yang para o corpo inteiro, uma deficiência de yang do rim pode tornar o indivíduo especialmente suscetível ao frio. Os sintomas de deficiência de yang do rim incluem a incapacidade de permanecer aquecido, extremidades frias, diminuição do impulso sexual, poliúria (urina freqüente), edema (retenção de fluído), e dores lombares. A deficiência de yang pode ser corrigida com aplicação a longo prazo de moxabustão e o consumo de ervas que tonificam o yang do rim, aumentando, assim, o fogo metabólico.

Vá para a próxima seção para aprender sobre o calor e umidade na Medicina Tradicional Chinesa.

Para saber mais sobre a Medicina Tradicional Chinesa, tratamento, curas, crenças e outros tópicos interessantes, veja os links a seguir.

Esses dados são apenas informativos. ELES NÃO TÊM O OBJETIVO DE PROPORCIONAR ORIENTAÇÃO MÉDICA. Nem os editores de Consumer Guide (R), Publications International, Ltd., nem o autor e nem a editora se responsabilizam por quaisquer conseqüências possíveis oriundas de qualquer tratamento, procedimento, exercício, modificação alimentar, ação ou aplicação de medicação resultante da leitura ou aplicação das informações aqui contidas. A publicação dessas informações não constitui prática de medicina, e elas não substituem a orientação de seu médico ou de outros profissionais da área médica. Antes de se submeter a qualquer tratamento, o leitor deve procurar atendimento médico ou de outro profissional da área da saúde.