Causas do ronco do estômago

Autor: 
Jessica Toothman

O estômago e o intestino delgado são a fonte de todo o barulho que vem da sua barriga
© Sebastian Kaulitzki / iStockphoto
O estômago e o intestino delgado são a fonte de todo o barulho que vem da sua barriga

O ronco do estômago, que se origina no estômago e no intestino delgado, pode ser explicado por uma olhada mais de perto em como o sistema digestivo funciona.

O sistema digestivo é, na essência, um longo tubo que começa na boca e termina no ânus. Esse tubo se conecta com vários órgãos e passagens que desempenham papéis importantes na digestão. Uma das coisas mais importantes a se saber sobre o sistema digestivo é a forma como ele empurra a comida. Ondas de contrações musculares movimentam e empurrar os conteúdos continuamente para baixo num processo chamado movimento peristáltico. Além disso, para mover sua comida ao longo do tubo digestivo, essas contrações também ajudam a agitar comida, líquido e diferentes sucos digestivos juntos, transformando-os em uma mistura pegajosa que nós conhecemos como quimo - ou comida digerida.

O ronco do estômago é o resultado desse processo. Movendo-se com esses ingredientes líquidos e sólidos do quimo estão gases e ar. Todos esses ingredientes são pressionados e quebrados em pequenos pedaços fáceis de absorver; as bolsas de ar e gás também são espremidas e criam os barulhos que nós ouvimos. O ronco no estômago pode acontecer a qualquer momento - não apenas quando você está com fome -, mas se há alimento no estômago e no intestino delgado, o ronco se torna mais quieto. É como colocar um par de tênis na secadora sozinho versus com um monte de toalhas. As toalhas abafam o barulho dos sapatos à medida que eles giram na secadora.

Mas você deve estar imaginando - se seu estômago está vazio, por que as contrações do músculo que digere a comida está acontecendo para começar? O motivo tem a ver com a fome e o apetite. Cerca de duas horas depois que o seu estômago esvazia, ele começa a produzir hormônios que estimulam os nervos locais e enviar uma mensagem para o cérebro. O cérebro responde indicando para os músculos do sistema digestivo reiniciar o processo peristáltico. Dois resultados ocorrem: Primeiro, as contrações removem qualquer comida remanescente que ficou esquecida no primeiro processo. Segundo, as vibrações de um estômago vazio deixam-no com fome. As contrações musculares vão e vem a cada hora, geralmente durando de 10 a 20 minutos, até que você coma novamente. Aprenda mais sobre as voltas que sua comida dá depois da primeira mordida lendo o artigo Como funciona o sistema digestivo.

Origem das palavras
O nome técnico para os barulhos feitos por um estômago roncador é borborigmo. O termo vem da palavra grega borborugmós, um exemplo de onomatopeia (palavra ou fonema criado para imitar um som). Borborigmo ilustra que o ronco do estômago pode soar como a forma da palavra.

A onomatopeia é comumente usada para sons de animais e outros barulhos, e pode diferir ente os idiomas. Exemplos no português incluem tique-taque do relógio, cucuricar do galo, o ronronar do gato, o zunido do inseto, o bum da explosão...

Em alguns casos, o ronco excessivo pode sinalizar um estômago desarranjado ou uma condição médica como a síndrome do intestino irritável. Nesses casos, há geralmente um número de reclamações gastrointestinais adicionais acompanhando o ronco do estômago.

Agora que você sabe o que causa o ronco no estômago, há alguma forma de controlá-lo? Uma dica para emudecer uma barriga barulhenta é comer pequenas refeições em vez de grandes. Seu sistema digestivo vai ter menos oportunidade para criar os rugidos peristálticos se seu corpo tiver algo saboroso nele. Além disso, comer menos alimentos gasosos pode ajudar a diminuir os roncos.

Então, seu corpo está fazendo outros barulhos estranhos? Visite os links da próxima página para aprender mais sobre o corpo humano.