Medicamentos para a diabetes

Autor: 
Timothy Gower

Antes do desenvolvimento dos modernos medicamentos para a diabetes, um diagnóstico da doença equivalia a uma sentença de morte. Os primeiros pacientes com diabetes sofriam uma interminável lista de complicações que rapidamente ficavam fora de controle. Mas agora, graças a muitos anos de inovação médica, existem medicamentos que podem retardar ou mesmo prevenir complicações sérias da diabetes.

A insulina é provavelmente o medicamento mais conhecido para tratar a diabetes - e merecidamente. A invenção da insulina mudou radicalmente o tratamento da diabetes e melhorou muito a qualidade de vida dos pacientes. Os pesquisadores continuaram a aperfeiçoar o tratamento da diabetes e vários tipos diferentes de insulina foram aprovados, variando na potência e duração da dose. Embora a terapia à base de insulina seja mais comumente associada com a diabetes tipo 1 - onde pacientes devem suprir a insulina que os seus corpos não podem produzir - alguns tipos de pacientes com diabetes tipo 2 também se beneficiam das injeções de insulina para controlar seu açúcar no sangue.

Embora a insulina seja o medicamento para diabetes mais amplamente conhecido, ela é apenas uma das muitas opções de medicamentos disponíveis.
Embora a insulina seja o medicamento para diabetes mais conhecido,
ela é apenas uma das muitas opções de medicamentos disponíveis

Também existem muitos medicamentos orais diferentes, que mudaram completamente o tratamento da diabetes tipo 2. Uma vez que o paciente com diabetes tipo 2 continua a produzir alguma insulina, os medicamentos disponíveis para tratar essa variedade podem regular a produção e absorção da glicose e, em alguns casos, permitir que o corpo do paciente funcione normalmente.

Para aprender mais sobre a gama completa de medicamentos para diabetes, como eles funcionam, os cuidados que cada paciente deve tomar antes de preencher uma receita, veja as informações abaixo:

Insulina (em inglês)
A insulina é literalmente um salva-vidas para muitos pacientes diabéticos. Nessa página, você encontrará artigos que abordam a história da insulina, descrevem os vários tipos de insulina, e explicam como usar insulina. Além disso, nós também temos os perfis das seguintes categorias de insulina:

Insulina regular (em inglês)
Foi a primeira e mais básica tipo de insulina criada. Embora muitos avanços tenham ocorrido, essa versão de insulina continua sendo receitada hoje;

Insulina aspart (em inglês) e insulina lispro (em inglês)
Ambos são tipos de insulina de ação rápida, que podem começar a agir no corpo em questão de minutos;

Insulina glargina (em inglês)
Esse é um tipo de insulina de ação prolongada que pode ficar no corpo por até 24 horas;

Medicamentos para diabetes tipo 2
Para muitas pessoas com diabetes tipo 2, dieta e exercícios não são suficientes para regular a glicose no sangue. Para esses pacientes, medicamentos orais para diabetes podem ajudar a baixar o açúcar no sangue e prevenir complicações da diabetes.

Para aprender mais sobre diabetes em geral, incluindo diagnóstico, causas, sintomas e tratamento, visite a nossa página principal Diabetes.

Sugestões de dieta para diabéticos
Um dos aspectos mais importantes do tratamento e controle da diabetes é a monitoração dos alimentos que você consome. Entretanto, pode haver mais flexibilidade do que você pensa. Para aprender mais sobre nutrição adequada e diabetes, visite os seguintes links:
  • a nossa página principal Dieta para diabéticos mostrará a você quais grupos de alimentos são adequados aos diabéticos e quais você deve evitar;
  • visite a nossa página Receitas para diabéticos (em inglês) para encontrar refeições simples e deliciosas que você pode preparar e que não farão o seu açúcar no sangue sair do controle.

Esses dados são apenas informativos. ELES NÃO TÊM O OBJETIVO DE PROPORCIONAR ORIENTAÇÃO MÉDICA. Nem os editores de Consumer Guide (R), Publications International, Ltda., nem o autor e nem a editora se responsabilizam por quaisquer conseqüências possíveis oriundas de qualquer tratamento, procedimento, exercício, modificação alimentar, ação ou aplicação de medicação resultante da leitura ou aplicação das informações aqui contidas. A publicação dessas informações não constitui prática de medicina, e elas não substituem a orientação de seu médico ou de outros profissionais da área médica. Antes de se submeter a qualquer tratamento, o leitor deve procurar atendimento médico ou de outro profissional da área da saúde.

O nome das marcas e produtos mencionados neste artigo são marcas registradas ou marcas de serviços de suas respectivas empresas. A menção de qualquer produto nesta publicação não constitui endosso pelos respectivos proprietários da Publications International, Ltda. ou HowStuffWorks.com, nem constitui endosso para que os produtos dessas empresas devam ser usados da maneira descrita nessa publicação