Diabetes e infecções cutâneas

Autor: 
Timothy Gower

Os diabéticos devem ter cuidado para evitar ressecamento na pele e infecções cutâneas. As infecções cutâneas podem acontecer em qualquer pessoa, assim como o ressecamento na pele, embora os médicos acreditem que a diabetes aumenta o risco de invasão por bactérias e fungos. A bactéria denominada Staphylococcus aureus e o fungo Candida albicans são os responsáveis pelas infecções de pele mais comuns entre os diabéticos.

Algumas infecções cutâneas bacterianas mais comuns que merecem atenção estão relacionadas logo a seguir.

Furúnculos
- são protuberâncias vermelhas que geralmente ocorrem quando bactérias infeccionam um folículo capilar. Conforme a inflamação piora, o furúnculo fica cheio de pus e forma uma capa amarela, antes de se romper e secar. Qualquer parte da pele pode desenvolver um furúnculo, embora essas feridas apareçam com mais freqüência em áreas com pêlo, principalmente onde se transpira mais (isso significa que o rosto, o pescoço e as axilas são mais propensas ao aparecimento de furúnculos).

Tratamento: compressas quentes podem aliviar a dor e acelerar a cicatrização. Se o furúnculo for persistente, deve-se procurar um médico, que poderá receitar antibióticos. Acima de tudo, o furúnculo não deve ser espremido ou estourado, pois isso poderá piorar a infecção.

Carbúnculos - quando vários furúnculos se unem, formam um carbúnculo.

Tratamento: os carbúnculos são mais graves do que furúnculos isolados, então, procure um médico.

Terçóis - o terçol é como um furúnculo, mas se forma na área sob as pálpebras. O terçol pode simplesmente causar dor ou aumentar de tamenho a ponto de atrapalhar a visão.

Tratamento: compressas mornas podem aliviar a dor e ajudar a diminuir o terçol, mas procure um médico se o problema persistir. Cremes antibióticos podem ajudar a cicatrizar o terçol e prevenir a recorrência. Nunca esprema ou fure um terçol.

Pé-de-atleta
O pé-de-atleta pode ocorrer em qualquer pessoa. Após limpar os pés com cuidado, lembre-se de mantê-los secos.

Algumas infecções fúngicas muito comuns (também conhecidas como tinea corporis, tinea cruris e tinea pedis) podem acometer diabéticos.

Tinea pedis - é a conhecida frieira. O pé-de-atleta pode surgir na pele, nas unhas e nos pés. Mas o local de ocorrência mais comum é entre os dedos dos pés.

Tinea cruris - peças de roupa apertadas contribuem para esse tipo de infecção que ocorre com mais freqüência em homens. O problema começa como uma erupção cutânea avermelhada ao redor dos órgãos genitais, que pode espalhar para a parte interna da coxa.

Tinea corporis - essa infecção por fungos forma placas arredondadas com bordas mais elevadas na pele, podendo causar irritação. Ela geralmente se desenvolve no couro cabeludo, embora possa atingir outras partes do corpo. A tinha corporis nas unhas dos pés e das mãos, chamada de onicomicose, é um problema comum. As unhas engrossam e ficam sem cor.

As infecções por fungos podem ocorrer em outras partes do corpo. Remédios sem receita podem ajudar, mas seu médico pode receitar um remédio anti-fúngico mais potente para eliminar os problemas que persistirem.

Como prevenir infecções cutâneas

Mantenha a pele limpa
- já sabemos que tomar banhos quentes e demorados pode piorar o ressecamento da pele. Mas isso não significa que você precisa relaxar com sua higiene. A limpeza bem feita diariamente fará você manter uma boa distância das bactérias.

Mantenha sua pele seca - mas a pele seca não é uma ameaça? Sim, mas partes do corpo como as áreas entre os dedos dos pés e sob os braços são propícias para o desenvolvimento de fungos por serem mais escondidas e úmidas. É uma boa idéia usar talco nessas áreas.

Há algumas doenças de pele que são específicas de diabéticos. Descubra o que são a acanthosis nigricans, o vitiligo e outras doenças na próxima seção.

Para mais informações sobre a diabetes, acesse os links a seguir.

  • Diabetes e problemas nos pés: as extremidades inferiores são especialmente vulneráveis às complicações da diabetes. Descubra o motivo.
  • Neuropatia diabética: essa doença causa diversos problemas cutâneos. Descubra o motivo aqui.
  • Sintomas da diabetes: algumas pessoas têm diabetes e ainda não sabem disso. Aprenda a distinguir se você precisa de tratamento.
  • Como funciona a diabetes: essa doença que altera os níveis de açúcar no sangue pode afetar a maioria dos seus órgãos. Aprenda aqui como ela funciona.

Estes
dados são apenas informativos. ELES NÃO TÊM O OBJETIVO DE PROPORCIONAR
ORIENTAÇÃO MÉDICA. Nem os editores de Consumer Guide (R), Publications
International, Ltda., nem o autor e nem a editora se responsabilizam
por quaisquer conseqüências possíveis oriundas de qualquer tratamento,
procedimento, exercício, modificação alimentar, ação ou aplicação de
medicação resultante da leitura ou aplicação das informações aqui
contidas. A publicação dessas informações não constitui prática de
medicina, e elas não substituem a orientação de seu médico ou de outros
profissionais da área médica. Antes de se submeter a qualquer
tratamento, o leitor deve procurar atendimento médico ou de outro
profissional da área da saúde.