Como funciona o daltonismo

Autor: 
Katie Lambert

As rosas são vermelhas, as violetas são azuis (bem, azuladas). O céu também é azul. A grama é verde. Isso são coisas que a maioria de nós conhece como fato e não questiona. Mas, e se você for daltônico? O que você veria? A vida em um enorme filme em preto e branco?

Sapatos rubi da Dorothy
MGM Studios/Getty Images
Os sapatos rubi da Dorothy não seriam os mesmos em preto e branco. Fotografia de uma cena do filme "O Mágico de Oz (The Wizard of Oz)", com Judy Garland

Em "O Mágico de Oz", Dorothy Gale sai da fazenda em preto e branco do Kansas e entra na Terra de Oz em cores saturadas. Ela deixa a monótona vida de tarefas e problemas para uma intensa terra de fantasia, povoada por curiosas criaturas. Ela troca uma casa de madeira por estradas de tijolos amarelos, sapatos de rubi e uma brilhante cidade de esmeraldas. Como teria sido toda essa transformação sem esse arco-íris?

A cor não é apenas um componente da visão: nós a associamos com beleza, como em um lindo pôr do sol. Algumas cores possuem significados: o roxo é a cor que simboliza a realeza, o vermelho representa a paixão. As cores traduzem nossas expressões: podemos ficar "verdes de inveja", "vermelhos de ódio" e "brancos de medo". As cores possuem até significados práticos: vermelho significa "pare", verde significa "siga". Dizem até que certas cores ajudam a dormir, enquanto outras dão fome. E nunca subestime o efeito de um vestido vermelho.

Nesse artigo, vamos saber como o mundo se parece para alguém que é daltônico.

O que os animais enxergam?

Contrário à crença popular, cães e gatos não enxergam em tonalidades de cinza. Eles conseguem ver as cores, mas não todas. Os símios vêem como nós. Os guaxinins são daltônicos, assim como as baleias e as focas, mas os manatis podem diferenciar o azul do verde. As aves enxergam ainda melhor do que nós.

Muitos animais (desde aves até insetos, peixes e lagartos) também possuem visão ultravioleta. É interessante como após um ferimento, ou até uma cirurgia de catarata, alguns seres humanos ficam com a visão ultravioleta (a retirada do cristalino do olho de uma pessoa é chamada de afaquia). Alguns acham que Monet adquiriu essa condição após sua cirurgia de catarata. Ele afirmava que as cores que via tinham mudado completamente e que isso era "muito aterrorizante" [fonte: Fortune].

Fato extra: a urina de muitas espécies de roedores reflete a luz ultravioleta, o que pode ser o motivo de os roedores terem conservado a visão ultravioleta, diferente de outros mamíferos. [fonte: National Geographic (em inglês)].