Tratamentos alternativos

Autor: 
Editores do Consumer Guide

Existem dezenas de remédios caseiros que podem ser usados para diminuir o desconforto da psoríase. Aqui vão alguns dos remédios e tratamentos alternativos.

Fique no sol - isso lhe parece um conselho surpreendente? Embora os médicos queiram que a maioria de seus pacientes evite o sol para prevenir câncer de pele e rugas, muitos portadores de psoríase são estimulados a ficar expostos aos raios ultravioleta do sol, uma vez que eles podem ajudar a minimizar os sintomas da doença. Apesar de os médicos não saberem exatamente como funcionam os raios solares na cura da psoríase, eles parecem diminuir a velocidade de replicação das células da pele. Contudo, existe um limite para os efeitos benéficos do sol na psoríase: uma queimadura de sol pode estimular o aparecimento da doença.

Durante muitos anos, as pessoas iam em bandos para o
/>Mar Morto para tratarem a psoríase.
O
/>Mar Morto está localizado 396 metros abaixo do nível do mar, criando um filtro atmosférico que permite que os portadores de psoríase permaneçam no sol por mais tempo sem se queimarem. O alto teor de sal na água do
/>Mar Morto também facilita a flutuação. Algumas empresas de cosméticos vendem produtos que contêm sal e minerais do
/>Mar Morto, que também podem proporcionar certo alívio.

Embora você talvez não possa ir ao 
/>Mar Morto nas próximas férias, você pode tirar proveito dos efeitos da cura pelo sol. Antes de se expor, aplique uma camada fina de óleo mineral nas áreas afetadas da pele, o que aumentará os efeitos do sol e manterá a pele úmida. Entretanto, o óleo também aumentará o risco de queimadura de sol, então fique pouco tempo exposto.


A aplicação de uma camada fina de óleo mineral manterá a pele úmida.
2006 Publications International, Ltd.
Os raios solares podem ajudar a diminuir os sintomas da psoríase. A aplicação de
óleo mineral aumentará os efeitos do sol e ajudará a manter a pele úmida.


Da mesma maneira, para proteger a pele que não possui placas contra os efeitos prejudiciais da exposição ao sol, passe filtro solar com fator de proteção (FPS) 15 ou mais; aplique-o de 20 a 30 minutos antes de se expor ao sol e reaplique várias vezes, especialmente depois de nadar ou de transpirar muito. Não passe filtro solar nas placas, uma vez que ele bloqueará os raios ultravioleta, que podem ajudá-las a desaparecer. Se você optar pela exposição aos raios UV para tratar a psoríase, não abuse do sol. E consulte seu dermatologista regularmente para que ele verifique se há algum problema.


Comprar um aparelho de raios UVB

Se seu médico prescreveu o uso de um aparelho de raios UVB em casa, a National Psoriasis Foundation sugere o seguinte:

  • Procure as informações de segurança, como chaves especiais que impedem a máquina de ser usada quando o proprietário não está por perto.
  • Não se deve usar um aparelho de fototerapia em crianças, a menos que um médico prescreva a terapia de raios para tratar a psoríase, que, no caso, deve ser supervisionada e administrada por um adulto responsável.
  • Jamais deixe uma criança brincar em cima ou perto do equipamento.
  • Verifique se a máquina possui um temporizador preciso e confiável.
  • Verifique se existem proteções ou grades de segurança sobre as lâmpadas.
  • Veja se o equipamento é estável, para evitar que ele vire acidentalmente.
  • Verifique se há lâmpadas para substituição, quanto custam, quando e onde podem ser compradas.


Terapia de raios ultravioleta - a terapia de raios ultravioleta (ou fototerapia, como às vezes é chamada) também pode ser administrada, chova ou faça sol, no consultório médico ou mesmo na sua casa. Você pode aproveitar os benefícios do sol usando um aparelho em casa, que emite raios UVB (ultravioleta B).

Os raios do sol são constituídos de dois tipos de raios ultravioleta, conhecidos como A e B. Os raios UVB diminuem o crescimento, surpreendentemente rápido, das células da pele, marca registrada da psoríase. Os raios UVA ajudam apenas quando usados simultaneamente com um medicamento oral chamado psoralen, em um tratamento conhecido como PUVA, geralmente prescrito para casos mais graves ou resistentes da psoríase. De acordo com a National Psoriasis Foundation (em inglês), estudos revelaram que 80% dos portadores de psoríase tiveram bons resultados com a terapia de raios UVB.

Você precisará discutir primeiro com seu médico o uso da terapia de raios UVB em casa. Ele administrará a terapia no consultório até seja possível prescrever um aparelho de raios UV em casa. A propósito, os aparelhos de raios para terapia doméstica não utilizam o mesmo tipo de raio UV usado em cabinas e salões de bronzeamento.

Exatamente como acontece quando está tomando banho de sol, você terá que ter cuidado para não queimar a pele ao se submeter à terapia de raios em casa, além de ter que consultar seu dermatologista regularmente para que ele verifique se está tudo normal com sua pele.

Terapia nutricional - a terapia nutricional defende que a ausência de certos alimentos e a presença de outros ativam a produção excessiva das células da pele.

Os médicos sabem há muito tempo que os esquimós da Groenlândia, que comem grandes quantidades de peixe de água fria, raramente sofrem de psoríase, e alguns especialistas acreditam que o óleo de peixe possa ser a razão. Uma pesquisa da
/> />Universidade da
/>Califórnia, em />
/>Davis e da
/> />Universidade de
/>Michigan, em />
/>Ann Arbor, sugeriu que grandes doses orais de suplementos à base de óleo de peixe podem ajudar a controlar a psoríase. Os participantes dos estudos sobre óleo de peixe tiveram que consumir grandes quantidades de suplemento à base desse óleo para chegar a resultados positivos, entretanto, o consumo regular dessas doses altas de óleo de peixe puro poderia resultar potencialmente em doses excessivas de vitaminas A e D. Além disso, como qualquer outra gordura, o óleo de peixe é rico em calorias.

A substituição do peixe de água fria pela maioria das carnes vermelhas em sua dieta geralmente é considerada uma mudança saudável pela maioria dos especialistas em dieta, por isso, provavelmente não há mal em aumentar sua ingestão de óleo de peixe dessa maneira, embora não forneça a você, de nenhum jeito, a quantidade de óleo de peixe que foi usada no estudo para controlar a psoríase. Mas se estiver pensando em seguir o caminho dos suplementos de óleo de peixe, converse primeiro com seu médico.

Os alimentos a serem eliminados da dieta incluem álcool e alimentos de origem animal em excesso. Um estudo na Suécia mostrou que os portadores de psoríase que fizeram uma dieta vegetariana (sem carne, peixe, leite ou ovos), por um período de três a quatro semanas, sentiram menos sintomas que quando seguiam sua dieta normal. Além dos produtos de origem animal, o trigo e os alimentos acidíferos (cítricos, tomates, café, abacaxi e bicarbonato de sódio) também tendem a ativar a psoríase.


A ioga pode aliviar o estresse e prevenir o aparecimento da psoríase
2006 Publications International, Ltd.
A ioga pode aliviar o estresse e
prevenir o aparecimento da psoríase

Relaxe - os médicos concordam que o estresse pode fazer surgir a psoríase. Um estudo descobriu que a pele de pacientes que se submeteram à fototerapia melhorou mais rapidamente ao ouvirem fitas de relaxamento e meditação. Algumas outras técnicas eficazes de relaxamento que os portadores de psoríase usam incluem hipnose, massagem, visualização, tai chi e ioga.

Desintoxicação - isso funciona baseado na premissa de que a eliminação das toxinas do corpo pode permitir que as células da pele funcionem adequadamente de novo. Outra teoria sustenta que as lesões da psoríase são um sinal de que o corpo está tentando liberar as toxinas através da pele. Os portadores de psoríase tendem a ter altos níveis de endotoxinas (componentes das divisões celulares das bactérias) nos intestinos. Algumas técnicas de limpeza incluem abstinência de água, que dá ao corpo a oportunidade de eliminar sozinho as toxinas, e lavagem intestinal, cujo objetivo é esvaziar os intestinos e ajudar no processo de abstinência.

Medicina à base de ervas - muitas ervas são importantes no tratamento da psoríase, incluindo salsaparrilha (que acompanha as endotoxinas), Coleus forskoli, Psoralen coryliforia e outras.

Como você pode ver nas sugestões desse artigo, existem muitas maneiras de tentar amenizar os sintomas desconfortáveis da psoríase. Converse com seu médico sobre essas dicas.

Soluções de cozinha
Muitos remédios contra coceira podem ser feitos na sua própria cozinha. A National Psoriasis Foundation sugere as seguintes receitas:
  • Dissolva 1 1/2 xícara de bicarbonato de sódio em 11,4 litros de água para fazer compressa contra a coceira.
  • Acrescente um pouco de sais e óleo mineral ou óleo infantil na água (mas tome cuidado ao entrar e sair da banheira, já que o óleo a deixará escorregadia).
  • Coloque 3 colheres de sopa de ácido bórico (à venda nas farmácias) em 460 ml de água e use em compressa.
  • Acrescente 2 colheres de chá de óleo de oliva a 1 copo grande de leite para obter um óleo de banho calmante (mas tome cuidado para não escorregar ao entrar e sair da banheira).
  • Acrescente 1 xícara de vinagre branco ao banho para aliviar a coceira.
  • Jogue 1 xícara de aveia na água do banho ou acrescente um produto de banho já pronto que contenha "aveia coloidal".

Publications International, Ltd.

As pessoas a seguir contribuíram para esse artigo:

Timothy Gower é escritor e editor freelancer, cujo trabalho apareceu em muitas publicações, incluindo Reader's Digest, Prevention, Men's Health, Better Homes and Gardens, The New York Times, and The Los Angeles Times. Autor de quatro livros, Gower também é editor colaborador da Health magazine.

Betsy A. Hornick, M.S., R.D., é nutricionista, especializada em educação da nutrição e sistema de comunicações. Ela colaborou para várias publicações sobre educação da saúde e nutrição para consumidores e profissionais da saúde, incluindo Weight Loss Bible, The Healthy Beef Cookbook, e vários materiais publicados pela American Dietetic Association. Ela colabora regularmente para Diabetic Cooking magazine.

Alice Lesch Kelly é escritora, especializada em saúde que vive em Boston. Seus trabalhos foram publicados em revistas, como Shape, Fit Pregnancy, Woman's Day, Reader's Digest, Eating Well, and Health. Ela é co-autora de três livros sobre a saúde da mulher.

Ivan Oransky, M.D., é editor representante de The Scientist (www.the-scientist.com
 - em inglês). Ele é
autor ou co-autor de quatro livros, incluindo The Common Symptom Answer Guide (McGraw-Hill, 2004), e escreveu para publicações, incluindo Boston Globe, The Lancet, and
USA Today. Foi nomeado professor assistente clínico de medicina e professor adjunto de jornalismo da New York University.

Eric Yarnell, N.D., R.H. (A.H.G.), é médico naturopata e botânico em clínica particular especializado em urologia e saúde do homem. Ele é professor assistente no departamento de medicina botânica na Bastyr University, em Seattle, e presidente da Botanical Medicine Academy. É co-autor de vários livros-texto, incluindo Naturopathic Gastroenterology, Naturopathic Urology and Men's Health e Clinical Botanical Medicine e escreve uma coluna sobre a medicina à base de ervas para Alternative and Complementary Therapies.

Esses dados são apenas informativos. ELES NÃO TÊM O OBJETIVO DE PROPORCIONAR ORIENTAÇÃO MÉDICA. Nem os editores de Consumer Guide (R), Publications International, Ltd., nem o autor e nem a editora se responsabilizam por quaisquer conseqüências possíveis oriundas de qualquer tratamento, procedimento, exercício, modificação alimentar, ação ou aplicação de medicação resultante da leitura ou aplicação das informações aqui contidas. A publicação dessas informações não constitui prática de medicina, e elas não substituem a orientação de seu médico ou de outros profissionais da área médica. Antes de se submeter a qualquer tratamento, o leitor deve procurar atendimento médico ou de outro profissional da área da saúde.