Como reduzir o estresse em seu dia-a-dia

Autor: 
Jane McGrath
como reduzir o estresse

Você tem ignorado durante semanas, mas aquele desconforto no estômago faz você lembrar que a apresentação no trabalho ou o exame final é amanhã e não tem jeito, você terá que trabalhar muito mais em um curto espaço de tempo. É bom lembrar que quando você toma café para estocar cafeína para uma longa noite de trabalho, o estresse (em inglês) chega.

O estresse é uma resposta natural ao medo e, para sua sorte, você pode torná-lo produtivo. Apesar disso, você deve ficar atento quanto ao uso excessivo dessa resposta. Em um determinado momento, tudo pode vir à tona. Isso fará você mais suscetível a doenças e até mesmo menos produtivo a longo prazo.


stressed man breaking pencil
Andy Sotiriou/Getty Images
O estresse pode causar efeitos físicos e psicológicos

Sob estresse, o cérebro produz certos hormônios como a adrenalina e o cortisol. Esses hormônios causam o aumento do ritmo cardíaco e da pressão arterial, tensão nos músculos e respiração curta. Os sistemas digestivo e imunológico desligam para que você possa canalizar toda a energia do corpo.

Novo boom da ioga

Atitudes básicas da ioga estão cada vez mais presentes no cotidiano dos brasileiros. Profissionais da prática indiana estimam que o número de adeptos no país dobrou nos últimos dois anos.

Leia mais em VEJA.com

Considerando que seu sistema imunológico desliga temporariamente e que sua pressão arterial aumenta, torna-se evidente que episódios freqüentes de estresse vão derrubar seu corpo. Seu sistema imunológico enfraquece, deixando-o mais vulnerável a infecções bacterianas e a vírus. Evidências também revelam que o estresse contribui para o surgimento de doenças cardíacas. Na verdade, hormônios do estresse provocam aumento da coagulação do sangue, podendo causar infartos [fonte: BBC News (em inglês)]. O estresse excessivo pode não somente prejudicar fisicamente, mas também ser perigoso para a saúde mental. Existem razões para se acreditar que o estresse cause muitos problemas, incluindo síndrome do pânico, transtorno bipolar e esquizofrenia.

Você já tirou um dia de folga "mental" simplesmente para aliviar o estresse? Segundo o jornal Washington Post, menos 1/4 de pessoas já tirou um dia de folga desses no trabalho [fonte: Washington Post (em inglês)]. Cada vez mais pessoas vivenciam um alto grau de estresse em suas vidas. De acordo com pesquisas, o trabalho é o principal fator de estresse para os adultos [fonte: AIS (em inglês)]. O trabalho responde por uma parte significativa do estresse para mais de 60% de pessoas nos Estados Unidos [fonte: Washington Post (em inglês)].

Agora que você sabe que o estresse gera conseqüências, você está pronto para dar um passo atrás e relaxar? Respire fundo e confira conselhos para aliviar o estresse na próxima página.