Como aliviar a dor no pescoço

como aliviar a dor no pescoço

"Esse trabalho é insuportável" pode ser mais que uma simples expressão. Tensão no trabalho ou em casa, tarefas que requerem muita atenção, postura incorreta e até mesmo um colchão muito mole podem deixar o pescoço dolorido e duro. Naturalmente, algumas dores no pescoço são resultado de lesão ou doença, mas a maior parte delas deve-se a uma simples tensão muscular.

O pescoço, com sua grande mobilidade e estrutura intrínseca, fica particularmente vulnerável ao estresse e à tensão. A cabeça, que pesa entre 5kg e 10kg, é sustentada por um conjunto de sete ossos pequenos, chamados vértebras, e mantida no lugar por 32 músculos complexos.

As dores no pescoço podem ser conseqüência de maus hábitos de sono.
2006 Publications International, Ltd.
A tensão no pescoço pode ser conseqüência de maus hábitos de sono

Ligadas às vértebras, e localizadas entre elas, existem pelotas de cartilagem fibrosa chamadas de discos, que agem como almofadas, ou amortecedores de choque. Oito nervos, que transmitem as sensações (incluindo a dor), e quatro artérias principais, que conduzem o sangue, passam pelo pescoço e ligam a cabeça aos ombros, tórax e braços. A frágil medula espinhal passa pelo centro do conjunto de vértebras e é protegida por ele. Acrescente a essa estrutura complexa o fato de que o pescoço se move mais do que qualquer outra parte do corpo, e que você descobriu a fórmula para o problema.

É um círculo vicioso. Quando nossos músculos ficam tensos, seja por estresse físico ou emocional, o suprimento de sangue para os músculos diminui, provocando a dor. Essa dor faz com que os músculos fiquem mais tensos. É por esse motivo que a melhor maneira de aliviar a dor no pescoço é tentar eliminar ou diminuir o estresse físico ou emocional, além de tratar dos músculos.

As sugestões na página seguinte podem ajudá-lo a quebrar o ciclo tensão-dor e a conhecer novos hábitos que impedirão o desenvolvimento da tensão, em primeiro lugar.

Esses dados são apenas informativos. ELES NÃO TÊM O OBJETIVO DE PROPORCIONAR ORIENTAÇÃO MÉDICA. Nem os editores de Consumer Guide (R), Publications International, Ltd., nem o autor e nem a editora se responsabilizam por quaisquer conseqüências possíveis oriundas de qualquer tratamento, procedimento, exercício, modificação alimentar, ação ou aplicação de medicação resultante da leitura ou aplicação das informações aqui contidas. A publicação dessas informações não constitui prática de medicina, e elas não substituem a orientação de seu médico ou de outros profissionais da área médica. Antes de se submeter a qualquer tratamento, o leitor deve procurar atendimento médico ou de outro profissional da área da saúde.