Clareamento com produtos que não precisam de receita

Autor: 
Dr. Jerry Gordon

O clareamento feito por conta própria também envolve o uso de peróxido de carbamida ou de hidrogênio e, embora nem sempre seja mencionado nas instruções do produto, recomenda-se ir a um dentista e fazer uma limpeza nos dentes, além de obturar todas as cáries e verificar se as gengivas estão saudáveis.

Os produtos mais vendidos usam gel de peróxido de carbamida ou de hidrogênio com tiras de polietileno e a maioria deles é relativamente fácil de usar.


Foto cedida Dr. Jerry Gordon
Há uma ampla variedade de produtos disponíveis para clareamento dentário

Mas o principal benefício desse tipo de tratamento é o custo: são poucos os que ultrapassam os US$ 35 e alguns chegam a custar menos de US$ 10. Outro benefício desses produtos é que se pode começar a usá-los imediatamente, sendo necessário apenas ir até a farmácia, comprá-los e começar o clareamento.

Se você está se perguntando quanto às desvantagens, a principal delas é que algumas pessoas não verão o resultado esperado, além de não haver um profissional por perto para verificar se tudo está indo bem. Muitos produtos não listam a concentração de clareadores ou contêm alternativas de potências variadas, fazendo com que o cliente não possa controlar a dosagem para melhorar os resultados ou reduzir a sensibilidade se necessário. Em alguns casos, os produtos que usam bandejas ou tiras podem não cobrir todos os dentes adequadamente, o que faz com que os resultados não sejam os desejados ou que as gengivas fiquem irritadas.