Tomar banho todo dia faz mal para a pele?

Autor: 
Sarah Siddons

Antes da água encanada e aquecedores de água tornarem-se comuns em nossos lares, tomar banho era praticamente um sacrifício. Para tomar banho era preciso buscar água e aquecê-la no fogo antes de despejá-la em uma banheira. O processo era bastante inconveniente (e isso ainda acontece em alguns países subdesenvolvidos), e os membros da mesma família frequentemente usavam a mesma água para tomar banho, além de lavar roupa com essa água antes que ela fosse jogada fora.

banho diário
© istockphoto.com / John Burwell

Temos que agradecer ao engenheiro norueguês Edwin Ruud por ter inventado o aquecedor de água, em 1889. No projeto de Ruud, um interruptor acionava o aquecedor de água assim que uma torneira fosse aberta, produzindo água quente sob demanda [fonte: Ruud em inglês]. Essa mesma era viu a introdução de uma série de novos designs de chuveiros. Fabricantes de chuveiros lançaram uma grande variedade de duchas, porém, a grande maioria tinha um sistema ruim – a água que caía do chuveiro ia para o ralo e recirculava para o chuveiro mais uma vez.

O advento da água encanada uniu essas duas invenções. O hotel Tremont, em Boston, foi o primeiro no mundo a ter água encanada, em 1829. Já o arquiteto Isaiah Rogers foi quem fez o design do protótipo para todo o sistema de encanamento que viria a seguir [fonte: Plumbing and Mechanical Magazine - em inglês]. Por volta do final da I Guerra Mundial, as famílias de classe média já contavam com banheiros dentro de suas casas. Nos anos 30, a comunidade rural americana teve a alegria de poder tomar banho diariamente [fonte: McKendree, Reinhardt and Ganzel - em inglês].

Qualquer um que já tenha tomado um banho quente no final do dia sabe o quanto isso pode ser relaxante. A ciência foi em busca de dados que comprovassem essa teoria. Um estudo japonês examinou a prevalência de hormônios encontrados na saliva que servem como indicadores de estresse. O estudo mostrou um decréscimo significativo desses hormônios nas pessoas que haviam acabado de tomar banho [fonte: Toda, et al - em inglês].

Uma vez que temos água encanada e quente em nossos chuveiros caindo sobre nossos ombros “estressados”, parece um desperdício não tomarmos banho frequentemente. Porém, quantos banhos seriam “demais” para a saúde da nossa pele? Provavelmente você toma banho todos os dias, mas será que com mais frequência do que deveria?