Que alimentos ajudam no tratamento de alergias e asma?

Autor: 
Seleções do Reader's Digest, do livro "A Cura pela Comida"

O que são

Selo Reader’s

Apesar de ambas serem caracterizadas como uma reação do organismo a substâncias que afetam apenas algumas pessoas, alergia e asma não são a mesma coisa. As alergias geralmente apresentam manifestações como coceira nos olhos e lacrimejamento, nariz entupido, coriza, crises de espirro, dificuldade para respirar, tosse e, algumas vezes, urticária. A asma é um distúrbio respiratório crônico que afeta cerca de 18 milhões de brasileiros.

A “crise” de asma ocorre quando os brônquios, que conduzem ar aos pulmões, se contraem, ocasionando falta de ar, respiração ofegante e tosse. O processo inflamatório nos pulmões (nos brônquios) das pessoas com asma, mesmo em casos moderados, acarreta o estreitamento das vias respiratórias, causando dificuldade respiratória. Esse tipo de inflamação também pode ocorrer em algumas pessoas que sofrem de alergia.

alimentos para asma e alergias

O que causa

As alergias e a asma podem estar associadas a fatores genéticos. Algumas pesquisas também sugerem que a asma pode ser causada por alergias (é importante lembrar, contudo, que apesar de muitos asmáticos também sofrerem de alergias, nem todas as pessoas alérgicas têm asma).

A liberação de uma substância denominada histamina causa algumas manifestações de alergia e de asma. A histamina está associada a manifestações alérgicas como congestão nasal, secreção excessiva de muco e contração muscular nas vias respiratórias, assim como a coceira seguida de urticária.

Poeira, ácaros, fungos, mofo, baratas, pólen e pêlos de animais domésticos também podem desencadear alergias e asma. Outros fatores que provocam a asma são fumaça de cigarro, ar frio, umidade, exercício físico, alergia a alimentos ou a remédios, e também infecções respiratórias, como resfriados, gripes e bronquite.

Pesquisas recentes

Um estudo recente demonstrou que comer cinco maçãs por semana pode ajudar a fortalecer os pulmões. Atestou-se que homens que comiam até uma maçã por dia tinham uma função pulmonar melhor do que a dos que não incluíam maça em sua alimentação.

alergias-e-asma

Apesar de as pesquisas ainda não serem conclusivas, sabe-se que a fruta apresenta altos níveis de compostos saudáveis, incluindo antioxidantes e flavonóides, que podem combater doenças, protegendo o corpo dos danos causados pelos radicais livres. Devido ao seu poder de estimular a produção de fluidos orgânicos, a maçã tem ação umidificante para os pulmões.

Rica em inúmeros compostos saudáveis, a maçã pode contribuir para a manutenção do equilíbrio hídrico no organismo.

Outra pesquisa propõe que a quercetina, em particular, destaca-se como um flavonóide especialmente poderoso na manutenção da saúde dos pulmões.

Conheça mais os produtos Seleções